Acusado de homicídios é preso pela Polícia Civil e Guarda Municipal em Castro

0
2549

Da redação Fábio Pinheiro

POLÍCIA CIVIL DE CASTRO PRENDE ACUSADO PELA PRÁTICA DE 3 ASSASSINATOS (FIGURA TENTADA) E DIVERSOS OUTROS CRIMES.

A investigação iniciou em 08/10/2019, quando ocorreu uma tentativa de homicídio em uma invasão do Bairro Santa Terezinha. A vítima, após uma briga entre casais, sofreu disparo de arma de fogo (calibre 38) na região do tórax. Após o crime, o Setor de Inteligência passou a trabalhar no caso, quando foi identificado o autor, J. M. B. B. (24 anos), que virou alvo de investigação não apenas em relação a este crime de homicídio tentado, mas também por tráfico de drogas.

Foi constatado ainda que o suspeito, além de ter fugido recentemente do sistema prisional, foi condenado por crime de homicídio ocorrido em 2015, no Bairro Jardim Araucária, Castro, quando o investigado, portando arma de fogo de cano duplo (calibre 22), efetuou vários disparos contra homem, sendo que, um dos projéteis acertou a parte frontal da cabeça da sua filha, criança com 10 anos de idade que brincava no local. No ano anterior, Bairro Vila Operária, o mesmo elemento, fazendo uso de um revólver (calibre 22), efetuou dois disparos contra a vítima, atingindo um deles a cabeça e outro o ombro. Os três homicídios não se consumaram por circunstâncias alheias à vontade do acusado, que, em todos os casos, empreendeu fuga para evitar a prisão em flagrante.

O homem tem extensa ficha criminal: posse, porte e disparo de arma de fogo, roubos, corrupção de menores, ameaça, lesão corporal (violência doméstica), falsa identidade, tráfico de drogas, além das tentativas de homicídio.

Neste domingo foi deflagrada operação policial que contou com apoio de policiais civis de Piraí do Sul e da Guarda Municipal de Castro. O esconderijo do procurado foi cercado e mesmo assim ele saltou pela janela e tentou empreender fuga pulando cercas objetivando chegar à mata próxima, porém foi alcançado e dominado. Em seu quarto foram encontradas 180 pedras de crack, maconha, balança de precisão e a quantia de R$ 1.000,00 em dinheiro. Diante dos fatos, o procurado recebeu voz de prisão pelo crime de tráfico de drogas, restando cumprido ainda o mandado de prisão pelo crime de homicídio qualificado (ocorrido em 2015).

Na Delegacia de Polícia, o detido passou por interrogatório e as investigações continuam em relação ao crime de homicídio (tentado) ocorrido no mês passado. Ele foi escoltado para a Cadeia Pública de Castro, onde permanece à disposição da Justiça.

Fique por dentro das notícias de Castro e região, clicando no link em azul, curtindo e seguindo.

PUBLICIDADE