Em Carambeí começa hoje a terceira Festa de São Cristóvão.

0
130
Festa será encerrada com procissão e benção aos veículos Foto: Divulgação

Fique por dentro das notícias de Castro e região, clicando no link em azul, curtindo e seguindo.

Festa em homenagem ao padroeiro dos viajantes é realizada pela Paróquia Imaculada Conceição de Carambeí

A Paróquia Imaculada Conceição de Carambeí está organizando a terceira edição da Festa de São Cristóvão, que começa nesta quarta-feira (24) e segue até o próximo domingo (28). O evento celebra o dia do santo que desde a antiguidade é tido como o patrono dos viajantes, reunir a comunidade em ação de graças a Deus pelos motoristas e busca aproximar a todos desta rica expressão da fé católica.

Entre os dias 24 e 26, às 19h, na Igreja Matriz Imaculada Conceição, acontecerá o Tríduo e em cada um dos dias de celebração haverá uma benção especial para os empreendedores (dia 24), famílias (25) e avós (26). Nos dias 27 e 28, também haverá missa especial. No sábado, haverá celebração especial aos sertanejos e também o terceiro encontro de gaiteiros. O ápice da festa será no domingo, às 9h, com procissão pelas ruas de Carambeí e encerrará com benção dos veículos e dos motoristas.

A celebração iniciou na Paróquia por incentivo do pároco Élcio José Gutervil. “Conversando com os paroquianos, quando cheguei à Carambeí, percebi que era anseio de motoristas e empresários do ramo, que inclusive participavam em outras cidades. Aproveitando que a cidade tem uma forte expressão no setor de transportes, caminhoneiros que levam o alimento sagrado por todo o Brasil, assim ficou fácil organizar a festividade em honra a São Cristóvão”, explica.

Mais informações na Paróquia Imaculada Conceição pelos telefones (42) 99971-0090.

São Cristóvão

O dia 25 de julho é a data de comemoração deste que é o santo padroeiro dos viajantes e motoristas. Celebrado como protetor dos viajantes, por sua conversão, pela busca de um rei verdadeiro e pela obra de caridade. Era um homem forte, ajudava as pessoas passarem por um rio de forte correnteza. Até que veio um menino e Cristóvão sentiu um grande peso em seus ombros, foi quando o interrogou e soube que ele carregava o mundo em suas costas, como o dono do mundo. Foi assim que reconheceu no menino, que carregava nos ombros, a pessoa de Jesus. Morreu como mártir. O povo começou a celebrar seu dia como festa religiosa do protetor dos viajantes.

Informações Assessoria de Imprensa e Portal Arede.

 

PUBLICIDADE